Incra alcança a marca de 210 casas em assentamento agroextrativista de Santarém (PA)


O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) alcançou a marca de 210 casas construídas e entregues no Projeto de Assentamento Agroextrativista (PAE) Eixo Forte, localizado no Município de Santarém (PA). Atualmente, está em curso uma etapa que abrange a construção de 28 casas, das quais, nove foram entregues, na tarde da última terça-feira (17), na comunidade São Raimundo.

pae_eixo_forte_incra_casaO investimento na atual etapa é de R$ 700 mil. Para cada família, o Incra destinou um crédito no valor de R$ 25 mil, que é revertido na aquisição de material de construção e no pagamento da mão de obra. Os recursos são operacionalizados pela federação que representa o PAE Eixo Forte, com o acompanhamento do Incra. Cada casa tem, em média, 72 metros quadrados de área construída.

O casal Maria das Graças Pereira, 60, e Sebastião Xavier Rodrigues, 63, eram os assentados cuja entrega de uma nova casa representou a mudança mais significativa. Viviam há 13 anos numa casa cujas paredes eram de barro, coberta de palha, piso de chão batido e apenas dois cômodos.

“Minhas filhas que moram na cidade vieram aqui e espiaram a casa: ‘papai, tá muito boa sua casa’”, revela o agricultor Sebastião Rodrigues. “Fiquei muito alegre. A outra casa era só na poeira; esta não. A cozinha tem pia, onde colocar minhas coisas… O banheiro tem o chuveiro, sanitário… Tudo tem. Na outra, não tinha. Estou satisfeita”, acrescenta a esposa. O casal mora com um filho de 23 anos, que os ajuda nas atividades agrícolas, como o plantio de mandioca, macaxeira, feijão, melancia e abacaxi.

pae_eixo_forte_17_12_13_casa_incra_ailton_mariaO casal (foto) Maria Moraes de Jesus, 46, e Ailton José de Jesus, 56, também atendido com uma nova habitação, relata que morava numa casa de madeira e palha há 15 anos. “Melhorou 100%. Gostamos bastante do material. A estrutura melhorou. Tudo na lajota. Não tínhamos condição de fazer [a casa]. É mais confortável”, avalia o agricultor Ailton. Ele lembra que na casa anterior o casal passava por dificuldades, em especial, no período chuvoso da Amazônia, quando infiltrava água.

“As famílias que receberam as casas foram apontadas a dedo. Eram as que mais precisavam. Fechar o ano com a entrega dessas casas é uma grande conquista”, avalia o presidente da federação do PAE Eixo Forte, Ladilson Amaral, que recorda outras parcerias com o Incra ao longo deste ano. “Uma delas é o Bolsa Verde. Conseguimos contemplar várias famílias. Além disso, conseguimos incluir mais famílias como clientes da reforma agrária no assentamento”, completa Amaral.

Minha Casa, Minha Vida
A atual etapa de construção de casas no PAE Eixo Forte é a última com recursos do Incra. Novas habitações serão viabilizadas por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”. Caixa Econômica Federal (CEF) ou Banco do Brasil serão os agentes financeiros.

Os projetos deverão ser apresentados por uma entidade organizadora indicada pelas famílias assentadas. Será concedido o valor de até R$ 30.500 para a construção de habitações. A família beneficiada pagará somente 4% do valor financiado, em quatro parcelas anuais, sem juros e sem atualização monetária, com o vencimento da primeira parcela um ano após a assinatura do contrato.

Para a recuperação de habitações, o valor fixado é de até R$ 18.400 por família, também com subsídio de 96%.

Acesse a galeria de imagens completa relacionada à entrega de casas no PAE Eixo Forte, no dia 17 de dezembrohttp://www.flickr.com/photos/incraoestepara/sets/72157632525326815/#

Anúncios

2 ideias sobre “Incra alcança a marca de 210 casas em assentamento agroextrativista de Santarém (PA)

  1. Pingback: Incra conclui 28 casas no PAE Eixo Forte | Incra Oeste do Pará

  2. Pingback: Incra entrega casas em assentamento agroextrativista de Santarém (PA) | Incra Oeste do Pará

Comentário (s)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s